Untitled Document

 


Forças Armadas rendem última homenagem ao General Cassamá

Brigadeiro-General Caramo Cassamá com quem passamos momentos inesquecíveis em Moçambique durante a missão da Operação de manutenção da paz ONUMOZ foi a inumado hoje 9 de Março 2018 no Cemitério Municipal de Bissau.

O Brigadeiro General Caramo Cassama, Filho de Sene Cassama e de Quinta Cassama, Natural de Binar, Sector de Bissorã, Região de Oio, nasceu em 25 de Maio de 1957. .

Para libertar o país da dominação estrangeira como muitos da Guiné, ingressou em 1970 nas fileiras das Forças Armadas Revolucionarias do Povo (FARP). Em 1975 - 76 - Participou em Angola na Missão Internacional de defesa à pátria no quadro de CONCP (Conferencia de Organização de Nações das Colónias Portuguesas); em 1976 - Frequentou o curso de Informação e Reconhecimento durante seis (6) Meses em Cuba. No mesmo ano (1976), após a formação, o malogrado foi nomeado Chefe de Secção de Reconhecimento Militar na unidade de Defesa Antiaérea. Entre 1978 - 1979 participou em São Tomé e Príncipe na Missão Internacional de defesa à pátria no quadro de CONCP (Conferencia de Organização de Nações das Colónias Portuguesas).

1979-85 - Frequentou em Odessa, Ex-URSS, o curso de Comando Táctico de Defesa Anti-Aérea; 1987-89, o Brigadeiro-General frequentou em Odessa, ex-URSS, o curso de Tropa Geral durante 18 Meses, 1990-95 assumiu as funções de Chefe das Operações da Força Aérea e Defesa Anti-Aérea; entre 1993-94 Cassamá é observador militar na Missão de Operação de Manutenção da Paz das Nações Unidas (ONUMOZ) em Moçambique, onde trabalhou na zona ocupada pela RENAMO, concretamente nas matas de Neves, Vilancûlos entre outras. Ali conquistou uma forte amizade confiança dos homens de Afonso Delakhama como por exemplo, Comandante Trovoada e mais outros. Deixou boas marcas no seio dos soldados da RENAMO e da população de Zona.

Em 1995-98 - chefiou o Departamento de Armamento e Munições de Estado-Maior General das Forças Armadas Revolucionarias do Povo, foi entre 2005-2007, Comandante do Batalhão de Infantaria de Canchungo, norte do país; Em 2008, nomeado Chefe das Operações e Treino da zona Militar Norte. Em 2010 o General Cassamá é nomeado Comandante-Adjunto da Zona Militar Centro.

2010-2011, frequentou o Curso de Comando de Direcção durante dez (10) meses em Angola, no quadro de cooperação técnico-militar existente entre as forças armadas irmãs, pois, em 2011, depois do seu regresso de Angola foi nomeado Comandante da Zona Militar Centro, posto do qual foi em 2012 transferido para o Estado-Maior General das FARP para assumir as funções de Chefe de Divisão das Operações e Treino.

Em 2013, o malogrado Cassama foi promovido ao posto de Brigadeiro-General. Foi em 2014 nomeado, Chefe de Estado-Maior Coordenador de Estado-Maior General das FARP, função essa que desempenhou até a data da sua morte, no dia 3 de Março 2018.

Neste momento de dor e de consternação, o Estado-Maior General das FARP, companheiros de arma, amigos e conhecidos assim como o colectivo da Imprensa Militar aproveitam a ocasião para apresentar as suas sentidas condolência a família enlutada.

farp, 09 de Março de 2018

 

info@farp.gw