Untitled Document

 

 

 

 


FARP participam na planificação do Exercício FELINO

A Guiné vai no decorrer deste mês participar em Cabo Verde, nos trabalhos de planeamento dos exercícios FELINO-2016 que terão lugar aquele país irmão. Neste âmbito, dois oficiais das Forças Amadas Revolucionarias do Povo (FARP) deixam Bissau hoje rumo a Praia onde irão em conjunto com seus congéneres da CPLP preparar o evento.

Cabo Verde é o país que este ano acolhera o Exercício militar FELINO-2016, realizado anualmente e de forma rotativa pelas forças armadas dos países membros da CPLP.

O objectivo visa providenciar as modalidades dos exercícios militares na carta e treino operacional de forças dos Estados membros da comunidade lusófona. A missão é para ajudar a realização de operações humanitárias e de apoio a paz, isso, porque a comunidade pretende neste âmbito humanitário, criar uma força de paz da CPLP.

O FELINO é um exercício anual, rotativo realizado a nível dos Estados membros da CPLP e que infelizmente, a Guiné-Bissau, nunca chegou de ser um anfitrião devido os sucessivos sobressaltos políticos e militares verificados até agora. O Tenente-coronel José António Sanca recordou que os exercícios de géneros já tinham sido realizados em vários países da comunidade lusófona excepto a Guiné-Bissau e contava no princípio com a participação de oito países entre os quais Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

No ano passado, o exercício FELINO-2015 que contou pela primeira vez na sua história com a participação de Guiné Equatorial foi realizado em Portugal, na cidade de Aveiro.

Instado a pronunciar-se se a Guiné-Bissau tencionaria um dia acolher no seu solo, as forças militares da CPLP no quadro do exercício FELINO, o Tenente-coronel disse que isso é a intenção do Chefe do Estado Maior General das FARP, Tenente General Biaguê Na N´Tan, mas tudo dependera da estabilidade no país, sublinhou. Porque organizar evento de género, carreta muitos custos financeiros, indo desde o alojamento, a alimentação, o Transporte, de exercícios práticos na carta ou então exercícios conjuntos de forças no terreno entre outros.

É de salientar que o exercício de planeamento a realizar-se-á em Cabo Verde terá lugar de 15 a 17 de Março 2016 e contara com a participação dos representantes de militares dos Estados membros da CPLP. A delegação das FARP será chefiada pelo Tenente-coronel José António Sanca, Chefe de Centro de Operações da Divisão de Operação e Treino do Estado Maior General das FARP.

Maj. Ussumane Conaté

Far - 14 de Março de 2016